Notícias

Voltar para Notícias
02/04/2019

HST realiza 2º Mutirão de Cirurgias de Catarata

O Hospital Santa Teresinha irá sediar, entre os dias 4 e 7 de abril, mais uma edição do Mutirão de Cirurgias de Catarata, uma parceria com o Governo do Estado, através do Projeto Ver. Serão mais de 800 pacientes de 24 Municípios da região sul do Estado. 
Mais de 1500 pessoas, entre pacientes e acompanhantes, estão sendo esperados para os quatro dias de mutirão. Para atender com qualidade toda essa demanda, sem prejudicar o atendimento hospitalar normal, o HST elaborou um Plano de Ação que pretende acomodar, encaminhar e atender a todos os pacientes de forma organizada e humanizada. 
Uma estrutura externa será montada para receber os pacientes que devem chegar na madrugada da próxima quinta-feira (4). As cirurgias acontecem pela manhã e os retornos no período da tarde, no dia posterior ao procedimento. “Como não há necessidade de internação, mantemos o atendimento normal aos nossos pacientes do HST. Pedindo apenas a colaboração da população para procurarem a unidade de saúde nos casos de urgência e emergência durante esses quatro dias”, explica o diretor técnico, Dr. José Nazareno Goulart Junior.
No mesmo dia, são realizadas consultas, avaliações e cirurgias dos pacientes. Entre os municípios atendidos estão: Armazém, Braço do Norte, Capivari de Baixo, Grão Pará, Gravatal, Imaruí, Imbituba, Jaguaruna, Laguna, Lauro Muller, Nova Veneza, Pedras Grandes, Pescaria Brava, Rio Fortuna, Sangão, Santa Rosa de Lima, São Ludgero, São Martinho, Siderópolis, Treviso, Treze de Maio, Urussanga e Tubarão. “Esta segunda edição é o reconhecimento do trabalho de toda dedicação da equipe do HST. Estamos ansiosos para mais um Mutirão de Cirurgias de Catarata, para nós são quatro dias de muito trabalho, mas com lições de vida que nos renovam e motivam a seguir neste grande desafio que é a Saúde”, destaca o diretor geral do HST, Vitor Abitante.  
Todos os pacientes devem chegar ao HST em horários pré-determinados, facilitando o processo de liberação das cirurgias junto ao sistema. Além da estrutura, o hospital ainda oferecerá suporte técnico para o acolhimento desses pacientes e de enfermagem para auxiliar no procedimento. “Este é um trabalho que muito nos orgulha e que coloca o nome do Hospital Santa Teresinha como referência em atendimento e humanização. Bandeiras levantadas por esta diretoria”, finaliza o presidente do HST, Pedro Michels Neto. 
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a Catarata é responsável por 51% dos casos de cegueira em todo o mundo.