Histórico

 

HISTÓRICO DA INSTITUIÇÃO

 

        O Hospital Santa Teresinha foi fundado em 30 de junho de 1935 e o primeiro a ser construído na região, fato que repercutiu positivamente, pois passou a atender toda a população da região do Vale de Braço do Norte, uma vez que naquela época os hospitais mais próximos e que atendiam a este contingente, estavam localizados nas cidades de Tubarão e Criciúma, distantes 60 e 120Km, respectivamente, cujo acesso se dava por meio de rodovias precárias (estrada de chão), percorridas com extrema dificuldade por falta de veículos para o transporte dos pacientes.

        Foi idealizado por um grupo de pessoas que adquiriram um terreno com área de 25.931 m², sobre o qual estava edificada uma casa de alvenaria, local onde o Hospital passou a funcionar. Em dezembro de 1936 foi constituída sua primeira Diretoria assim composta:

 

            Presidente – Padre Gregório Locks - Vice Presidente – João Efting.

            1º Tesoureiro – Fernando Kindermann - 2º Tesoureiro – Osvaldo Westphall.

            1º Secretário – Pedro Michels - 2º Secretário – Frederico Kuerten.

            Conselho Fiscal: Jacó Martins, Arcângelo Volpato.

       A Diretoria da época contou com um grupo chamado Legião de Cooperados, composto pelas pessoas a seguir nominadas: Clara Gesing Kuerten, Áurea Uliano Kindermann, Mafalda Sandrini Soares e Ferena Schlickmann Michels que, juntamente com a diretoria, muito contribuiu na busca de doações para construção das primeiras instalações onde o Hospital Santa Teresinha funciona até os dias atuais.

        Em 11 de agosto de 1938 foi publicado o 1º Estatuto da Instituição no Jornal Diário Oficial do Estado.

       Com a união e esforço da comunidade de Braço do Norte, no ano de 1.949 foi inaugurada a atual estrutura física do Hospital, que passou a funcionar em sede própria, edificada com a finalidade de atender toda população da região.

       A partir de então, as novas diretorias que assumiram a instituição, deram continuidade aos processos de solicitação dos títulos de Utilidade Pública Municipal, Estadual e Federal, bem como, ao Certificado de Entidade com Finalidade Filantrópica, os quais são expedidos até os dias atuais, mantendo rigoroso compromisso de prestação de contas.  

        O Hospital tem referência regional e atua, principalmente, nos serviços de baixa e média complexidade, o que representa hoje, a maior demanda na área da saúde.

       Desde 2007 é contratualizado pela Secretaria de Estado da Saúde, onde cumpre metas físicas e financeiras em relação ao atendimento prestado ao SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE – SUS.

       O HST segue em busca constante de atualização e melhoramento dos serviços prestados, sendo pioneiro no Estado, com a criação de um Portal Transparência, que garante a toda sociedade uma prestação de contas e serviços oferecidos pela entidade. Bem como, das informações fundamentais para o desenvolvimento do Município na área da saúde. O Portal Transparência do HST foi lançado em agosto de 2017.

       O Hospital Santa Teresinha, mantém sua sede na Rua Jacob Batista Uliano, nº 1.370, Cidade de Braço do Norte - SC é mantido pela Associação Beneficente Santa Teresinha, pessoa jurídica de direito privado, de natureza civil, de caráter eminentemente filantrópico, (sem fins lucrativos).

 

A  REGIÃO

      Braço do Norte é um município polo na região do Vale, com uma população de pouco mais de 30 mil habitantes. Os demais municípios que compõem a sua região são: São Ludgero, Grão Pará, Gravatal, Rio Fortuna, Armazém, São Martinho e Santa Rosa de Lima, totalizando uma população superior a 50 mil habitantes. Em razão de seu desenvolvimento em infraestrutura atualmente, atende população de mais de 30 (trinta) municípios da Associação da AMUREL, AMREC e AMESC. O Município é conhecido como Capital da Moldura e Capital Nacional do Gado Jersey. Por explorar de forma extensiva a produção de suínos, aves e gado Jersey tem se tornado uma região conhecida na América Latina pela qualidade de seus rebanhos, bem como, sua forte produção industrial.

 

 REGISTROS E TÍTULOS:

 

· Registrado no Conselho Nacional de Serviço Social.- Processo nº 74.175/53;

· Atestado de Registro de Entidade Beneficente de Assistência Social – Lei nº 8.742/93;

· Certificado de Entidade de Fins Filantrópicos – Processo nº 217.367/74 regulamentado pela Portaria nº 172 de 09/10/1973 da Secretaria da Previdência Social do Ministério do Trabalho e Previdência Social;

· Certificado de Regularidade de Situação – CRS – INPS – 14de março de 1.977;

· Título de Utilidade Pública Federal – Lei nº 91/35 – UPF em 31de julho de 1.972;

· Título de Utilidade Pública Estadual – Lei nº 13.425 de 15 de julho de 2005;;

· Titulo de Utilidade Pública Municipal – Lei Municipal nº 270/78;

· Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na área de Saúde – CEBAS SAUDE – pela Portaria nº 1.315 de 28 de novembro de 2012, obedecendo aos critérios da nova Legislação da  Filantropia – Lei nº 12.101 de 17 de novembro de 2009.